Em comunicado, a PJ refere que deteve o alegado agressor “em flagrante delito”, depois de chegar “poucos minutos após a ocorrência dos factos” à residência onde decorreu “uma discussão entre dois indivíduos”.

Segundo a PJ, “foi possível apurar que as agressões aconteceram, de facto, num contexto de conflitualidade, mas com intencionalidade e atingindo partes vitais do corpo da vítima”.

“Os ferimentos só não tiveram um desfecho mais grave” devido à “pronta assistência prestada pela equipa de emergência médica que se deslocou ao local”, destaca a PJ, acrescentando ainda a vítima, de 42 anos, emigrante que está em Portugal para passar o período festivo, está internada num hospital, mas já livre de perigo.

O detido, de 46 anos, vai ser presente às autoridades competentes para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.