Os pais de Madeleine McCann manifestaram-se hoje «muito satisfeitos» com a notícia de reabertura oficial do inquérito em Portugal ao desaparecimento da filha e pediram, em comunicado, respeito pela investigações policial.

«Esperamos que isto possa finalmente conduzir a que seja finalmente encontrada e à descoberta de quem quer que seja o responsável por este crime", acrescentaram.

Kate e Gerry McCann continuam a apelar ao público para dar informação que seja relevante às polícias em Portugal ou no Reino Unido, mas pediram «paciência e respeito» pelas investigações.

Apelaram ainda à comunicação social para «ter em consideração a segurança de Madeleine e a integridade da investigação» policial.

Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer quatro anos, a 03 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, num apartamento de um aldeamento turístico no Algarve, enquanto os pais jantavam com um grupo de amigos num restaurante próximo.

O Ministério Público anunciou hoje a reabertura do inquérito sobre o desaparecimento da criança inglesa Madeleine McCann, depois de a Polícia Judiciária ter apresentado novos elementos.

O processo estava arquivado desde 21 de Julho de 2008, quando foi levantada a condição de arguido aos pais da menor inglesa e a Robert Murat (britânico que residia no Algarve).