O vento forte está a condicionar as operações no Aeroporto da Madeira, tendo já obrigado ao desvio de oito aviões e ao cancelamento de um voo da companhia easyJet.

Neste momento existem oito aviões divergidos, sendo que cinco estão na ilha do Porto Santo, dois nas ilhas espanholas das Canárias e um divergiu para Lisboa", informou fonte do aeroporto Cristiano Ronaldo, citada pela Lusa.

Um voo da easyJet que deveria ter aterrado pela manhã foi, entretanto, cancelado e apenas um voo proveniente de Ponta Delgada conseguiu aterrar, depois das condições se terem agravado.

As condições atmosféricas de vento forte que hoje se fazem sentir já fizeram com que a estação que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registasse uma rajada com 96 km/h no aeroporto, enquanto nas zonas montanhosas se registou uma com 136 km/h.

De acordo com a mesma fonte, "esperam-se melhorias a partir das 20:00 horas" de hoje.

Já a transportadora aérea TAP informou que o mau tempo está a afetar voos para a Madeira. Em resposta à Lusa a questões sobre cancelamentos, fonte da companhia indicou que os “voos para a Madeira estão a ser afetados por condições meteorológicas adversas”.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou hoje o arquipélago da Madeira sob aviso laranja (o segundo nível mais grave) para agitação marítima (preveem-se ondas de cinco a 11 metros na costa norte da ilha da Madeira e no Porto Santo).

Há também aviso amarelo (o terceiro mais grave) para vento, abrangendo as costas sul e norte e as zonas montanhosas. Estão previstas rajadas entre os 75 e os 100 quilómetros/hora.

Segundo o site da Porto Santo Line, o navio "Lobo Marinho" realizou a viagem das 08:00 entre a Madeira e o Porto Santo.