A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu esta quarta-feira um aviso à população devido ao agravamento das condições meteorológicas para os próximos dias, que inclui neve e frio nas regiões do Norte e Centro.

Em comunicado citado pela Lusa, a ANPC refere que está previsto um acentuado arrefecimento noturno com o consequente desconforto, entre moderado e elevado, nas regiões do Norte e Centro, podendo as temperaturas mínimas situar-se entre os três graus negativos e os três graus positivos.

A Proteção Civil adianta que a chuva vai cair em forma de neve nas cotas acima dos 1000 metros, em especial nas serras da Peneda-Gerês, do Marão, de Montesinho, de Montemuro e da Estrela, prevendo-se já para o final do dia de hoje a descida da cota para os 600 metros e a passagem da precipitação a regime de aguaceiros pouco frequentes.

O aviso à população da ANPC surge após o contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Tendo em conta as condições meteorológicas, a ANPC alerta para o piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou acumulação de neve ou gelo, além de possíveis intoxicações devido à inadequada ventilação das habitações resultante do aquecimento com lareiras e braseiras.

A Proteção Civil chama também a atenção para os incêndios em habitações em resultado da má utilização de lareiras e de braseiras ou de avarias em circuitos elétricos e para ser dada especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, nomeadamente crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas, bem como população sem-abrigo.

Como medidas preventivas, a ANPC recomenda à população para que evite uma exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura, para o uso de várias camadas de roupa e especial atenção para a condução em especial aos locais de estradas onde se forme gele e neve.

Segundo a Proteção Civil, deve evitar-se bebidas alcoólicas e ter especial atenção com os trabalhadores que exercem atividade no exterior e com as pessoas mais necessitadas, nomeadamente idosos ou em situação de maior isolamento.