O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro garantiu que até sexta-feira será isolada a cobertura do 7º andar do hospital de Vila Real, que foi afetada pelo mau tempo, o que obrigou à transferência de 16 pacientes.

A administração do centro hospitalar esclareceu esta quinta-feira que o mau tempo que assolou a região na noite de segunda para terça-feira provocou o levantamento da tela de isolamento da cobertura do 7º piso do hospital, provocando danos materiais.

O CHTMAD procedeu «de imediato» à ativação do plano de contingência, tendo deslocado os 16 pacientes internados na área afetada para outros serviços.

Foram ainda implementadas medidas provisórias para a contenção do alastramento da água pela área afetada, bem como o isolamento provisório da cobertura, e contactado o Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH) para avaliação das causas e resolução da situação.

Neste momento, segundo a administração, decorre o processo para impermeabilização da cobertura por forma a garantir «que ainda hoje ou o mais tardar amanhã (sexta-feira) esteja totalmente isolada a cobertura».

A fonte referiu ainda que se procederá em breve ao «apuramento das causas do sucedido e agir-se-á em conformidade com as conclusões».

O conselho de administração do CHTMAD lamentou o sucedido, referindo ainda que «muito em breve estará em condições de ter esta unidade em pleno funcionamento, continuando a prestar a melhor assistência, segurança e conforto aos seus doentes».

O sétimo do hospital de Vila Real alberga o serviço de infetocontagiosas que entrou em funcionamento em 2011.

No distrito de Vila Real, o mau tempo provocou ainda situações de corte de luz em várias localidades, como em Nuzedo, concelho de Vila Pouca de Aguiar, onde só hoje foi reposta a eletricidade depois de dois dias às escuras, como reporta a Lusa.

Na quarta-feira, dia de Natal, a queda de neve provocou alguns problemas na circulação de automóveis no Itinerário Principal 4 (IP4).