Notícia atualizada às 20:45

O tempo vai piorar nas próximas 48 horas. Na sequência dos avisos do Instituto do Mar e da Atmosfera, também a Proteção Civil vem alertar que, a partir do fim do dia desta quarta-feira, há condições para períodos de chuva, por vezes forte. E não só: prevê-se ocorrência de trovoada.

Seis distritos de Portugal Continental estarão sob aviso laranja, entre as 03:00 e as 09:00 de quinta-feira, segundo o IPMA. São eles Braga, Viana do Castelo, Porto e Aveiro. O mesmo aviso é válido para os distritos de Beja e Faro apenas a partir das 00:00 de sexta-feira. Os restantes distritos do Continente, assim como as ilhas dos grupos central e ocidental, estão sob aviso amarelo.

Este cenário irá atingir sobretudo o Minho e Douro-Litoral, durante a madrugada e a manhã de quinta-feira. «E também com maior intensidade no fim do dia de amanhã [quinta-feira], no Algarve», lê-se, desta feita, num comunicado da Proteção Civil. A situação prolonga-se até ao final da madrugada de sexta-feira, em todo o país. 

As autoridades alertam para o piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água, bem como para a «possibilidade de cheias rápidas em meio urbano», como se tem, de resto, verificado em Lisboa. Entre outras situações expectáveis, atenção também à eventual «queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte».

Isto porque o vento de sudoeste será, por vezes forte, até 70 km/h no litoral oeste e da ordem dos 90 km/h nas terras altas, nas regiões do norte e do centro, a partir do fim do dia de hoje e até ao início da manhã de sexta-feira.

Para além disso, no que toca à agitação marítima, as ondas de noroeste poderão ir até aos cinco metros já até ao fim da tarde de hoje. O que irá verificar-se também a partir do início de sexta-feira e até domingo.

