O tempo vai melhorar este domingo, depois de um sábado de estragos em várias zonas do país, com mais de 300 ocorrências entre Porto e Lisboa. Caiu muita neve como há muito não se via em várias regiões, o que obrigou a Proteção Civil a proceder a pelo menos 26 salvamentos de pessoas que ficaram presas.

Foi o caso de um grupo de cinco pessoas, oriundo do Algarve, que ficou durante a realização de um trilho na Serra da Estrela e teve de ser resgatado e uma mulher foi hospitalizada. Em declarações à TVI24, o tenente-coronel Tavares do GIPS explicou o que aconteceu.

Nem zonas como Fátima ou o Algarve, onde há muitos anos não nevava, escaparam ao fenómeno atmosférico. Vários leitores enviaram-nos fotografias para o Eu Vi

Viseu e Coimbra foram os distritos mais afetados pelo mau tempo. 

Este domingo, "a situação melhora", segundo a indicação dada à Lusa pelo meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera Ricardo Tavares.

"A quantidade de precipitação é inferior, com aguaceiros fracos especialmente no litoral oeste, com tendência a diminuir a partir do final da manhã. A neve vai limitando a sua presença a altitudes mais elevadas" 

O vento, que este sábado chegou até aos 110 metros nas terras altas, deverá ser um pouco menos forte, com rajadas até aos 95 metros.

O meteorologista chamou a atenção para a possibilidade de formação de gelo ou geada no interior já que as temperaturas vão continuar baixas, embora no domingo as previsões apontem para uma pequena subida, tanto das mínimas como das máximas.

No interior norte e centro, as temperaturas vão continuar próximas dos zero graus.