Sete distritos do continente estão esta segunda-feira sob aviso laranja devido à previsão de agitação marítima, com ondas até cinco e seis metros, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa vão estar sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, entre as 12:00 de hoje e as 02:00 de quarta-feira, devido à previsão de ondas altas de noroeste.

O IPMA colocou também sob aviso amarelo os distritos de Setúbal, Beja e Faro entre as 18:00 de hoje e as 02:00 de quarta-feira devido à previsão de agitação marítima, com ondas de noroeste até quatro a cinco metros.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu um alerta, mas amarelo, para os mesmos sete distritos entre as 12:00 de hoje e as 02:00 de quarta-feira devido à previsão de forte agitação marítima.

Em comunicado, a ANPC informa que, face à previsão de mau tempo pelo IPMA, foi emitido um alerta amarelo, que prevê «ocorrência de fenómenos, que não sendo invulgares, podem representar um dano potencial para pessoas e bens».

Em comunicado, a ANPC alerta para os possíveis acidentes na orla costeira e danos em estruturas junto à orla costeira.

Paralelamente o IPMA, também colocou oito distritos do continente entre terça e quarta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de queda de neve acima dos 800 e 1.000 metros de altitude.

De acordo com o IPMA, o distrito de Castelo Branco vai ser o primeiro a estar sob aviso amarelo, entre as 12:00 de terça-feira e as 00:00 de quarta, enquanto nos distritos de Bragança, Viseu, Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Coimbra e Braga, o aviso amarelo só tem início às 18:00 de terça-feira, terminando igualmente às 00:00 de quarta-feira.

Para hoje no continente prevê-se céu geralmente muito nublado, aguaceiros, que poderão ser por vezes de granizo nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, queda de neve acima de 800/1000 metros de altitude, vento fraco a moderado de noroeste, tornando-se, a partir da manhã, moderado a forte no litoral e forte nas terras altas, com rajadas da ordem de 60 quilómetros/hora e descida da temperatura máxima e neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.

O IPMA prevê para os Açores, céu muito nublado com abertas, chuviscos dispersos, condições para a formação de neblinas e vento fraco, tornando-se moderado de oeste.

Para a Madeira, prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva fraca ou chuvisco, vento moderado de nordeste, soprando moderado a forte com rajadas da ordem de 70 quilómetros/hora nas zonas montanhosas até ao início da manhã

Quanto às temperaturas, em Lisboa e em Évora prevê-se uma máxima de 13 graus Celsius, no Porto e Viana do Castelo 11, em Faro, Ponta Delgada e Angra do Heroísmo 17, Santa Cruz das Flores 19, Castelo Branco, Leiria, Coimbra e Beja 12, Guarda 4, Viseu e Bragança 8 e Funchal 20.

Seis barras encerradas

Seis barras marítimas estão hoje fechadas à navegação e outras duas estão condicionadas devido à forte agitação marítima, de acordo com informação disponível no site da Marinha Portuguesa.

Segundo a Marinha, tratam-se das barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde e São Martinho do Porto.

As barras marítimas de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de comprimento inferior a 15 e 35 metros, respetivamente.