Sete distritos do continente e os grupos Ocidental e Central dos Açores estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima e vento forte, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa vão estar hoje sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, devido à agitação marítima, com ondas de oeste com quatro metros.

O IPMA indica que este aviso para o continente vai vigorar entre as 17:00 de hoje e as 05:59 de quinta-feira.

Também sob aviso amarelo estão os grupos Central (Faial, Pico, São Jorge, Graciosa e Terceira) e Ocidental (Flores e Corvo) dos Açores, devido à agitação marítima e vento forte de oeste, rodando para noroeste.

No que diz respeito à agitação marítima, o aviso vai vigorar entre as 17:00 de hoje e as 07:59 de quinta-feira e para o vento entre as 14:00 de hoje e as 04:59 de quinta-feira.

O aviso amarelo pressupõe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje no continente céu em geral muito nublado, aguaceiros, em geral fracos, mais prováveis nas regiões Norte e Centro, passando a períodos de chuva a partir do meio da tarde e vento fraco a moderado do quadrante sul, tornando-se moderado a forte no litoral oeste a partir da tarde, e sendo moderado a forte nas terras altas.

Para os Açores, a previsão aponta para períodos de céu muito nublado com boas abertas, aguaceiros especialmente para a tarde e vento oeste tornando-se forte com rajadas até 95 km/hora para os grupos Central e Ocidental.

O IPMA prevê para a Madeira períodos de céu muito nublado, aumentando temporariamente de nebulosidade durante a tarde, períodos de chuva fraca a partir do meio da manhã e vento fraco a moderado de sudoeste, soprando moderado a forte nas terras altas.

Quanto às temperaturas, em Lisboa, Coimbra e Ponta Delgada prevê-se uma máxima de 21 graus Celsius, em Faro, Évora e Beja 23, em Castelo Branco, Portalegre e Braga 19, no Porto, Viana do Castelo, Angra do heroísmo e Santa Cruz das Flores 20 e no Funchal 26.