O início de semana vai ser marcado pela precipitação, que pode ser forte e acompanhada de trovoadas, e a possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela, adiantou o meteorologista Ricardo Tavares.

“Para hoje, estamos a prever céu muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros que podem ser pontualmente fortes e acompanhados de trovoada. O vento vai continuar moderado do quadrante sul, sendo moderado a forte nas terras altas”, disse à agência Lusa o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Ricardo Tavares, na terça-feira o dia vai ser muito semelhante ao de hoje em termos de chuva e vento.

“Vamos manter a mesma situação. Chuva ou aguaceiros, vento moderado, mais intenso no litoral e nas terras altas, pequena descida da temperatura mínima, mas na terça-feira existe a possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela no início do dia”, adiantou.

Ricardo Tavares explicou que nos próximos dias não vai ocorrer chuva tão persistente como a registada no sábado passado.

“Não vão ser dias de precipitação tão persistente como foi no sábado, podem pontualmente ser fortes, mas não tão persistentes”, disse.

No que respeita às temperaturas, o especialista do IPMA salientou que não vão existir grandes variações em relação aos últimos dias.

“Vamos ter máximas abaixo dos 20 graus Celsius e mínimas abaixo dos 10. Para o próximo final de semana é que já estamos a prever uma subida da temperatura máxima”, declarou.

Segundo Ricardo Tavares, a tendência de chuva e instabilidade vai manter-se até à próxima quinta-feira.

“A partir de quinta-feira, as probabilidades de ocorrência de precipitação começam a diminuir”, concluiu.

Aviso amarelo para todo o Continente

Por causa do estado do tempo, o IPMA colocou os 18 distritos de Portugal continental sob ‘Aviso Amarelo’ (entre as 00:00 e as 21:00 de hoje) devido à previsão de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

O instituto prevê para hoje, no continente, céu geralmente muito nublado, com abertas na região sul, períodos de chuva ou aguaceiros, que podem ser pontualmente fortes e acompanhados de trovoada, e vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte nas terras altas.

Para a Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros, em especial durante a tarde e vento moderado a forte do quadrante oeste, com rajadas até 70 quilómetros por hora, soprando forte com rajadas até 90 quilómetros por hora nas terras altas e pequena descida de temperatura.

O IPMA prevê para hoje nos Açores períodos de céu muito nublado com abertas, descida da temperatura do ar, aguaceiros fracos e vento norte fresco a muito fresco com rajadas até 70 quilómetros por hora.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 12 e 16 graus Celsius, no Porto entre 13 e 16, em Vila Real entre 9 e 15, em Viseu entre 8 e 13, em Bragança entre 8 e 15, na Guarda entre 7 e 10, em Coimbra entre 12 e 16, em Castelo Branco entre 11 e 16, em Santarém entre 12 e 18, em Évora entre 10 e 17, em Beja entre 11 e 18, em Faro entre 14 e 18, no Funchal entre 13 e 19, em Ponta Delgada entre 11 e 16, na Horta entre 10 e 15 e em Santa Cruz das Flores entre 12 e 15.

Sete barras fechadas

Sete barras do continente estão hoje fechadas à navegação e outras cinco estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima forte, de acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet.

Segundo a Marinha, as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, São Martinho do Porto, Alvor e Albufeira estão hoje fechadas a toda a navegação devido à agitação marítima forte.

As barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas apenas a embarcações com calado inferior a 15 e 11 metros, respetivamente.

A Marinha indica ainda que as barras de Portimão, Faro e Vila Real de Santo António estão apenas fechadas a embarcações com calado inferior a 10 metros.