Atualizado às 11:12

Dezenas de funcionários camarários estão esta manhã a limpar estradas nos concelhos de Vila Real, Vila Pouca de Aguiar e Ribeira de Pena, onde alguns autocarros escolares não circularam devido à neve.

A neve começou a cair com mais intensidade cerca das 06:00.

O comandante da proteção civil municipal de Vila Real, Miguel Fonseca, disse à Lusa que tem os meios todos no terreno esta manhã devido à queda de neve e ao gelo que se acumula nas estradas.

As equipas da proteção civil estão com dois limpa-neves na serra do Alvão, zona de Lamas de Olo, e de São Tomé do Castelo. A estrada municipal 313, que liga Vila Real a Mondim de Basto pelo Alvão, está cortada ao trânsito.

Os funcionários estão ainda a espalhar sal pelas vias mais afetadas, nomeadamente na Campeã.

Em Vila Pouca de Aguiar, estão 15 trabalhadores no terreno, com a ajuda de dois tratores, uma retroescavadora e duas carrinhas equipadas com limpa-neves.

João Fontes, responsável local pela proteção civil, disse que já foram espalhadas duas toneladas de sal nas vias, mais nas zonas altas, como Alvão e planalto de Jales, para garantir a circulação de viaturas.

Em Ribeira de Pena, a neve afetou mais as freguesias de Alvadia e Macieira, onde os funcionários da proteção civil concentram esforços para a limpeza das vias.

Segundo fontes da proteção civil, nestes concelhos não se efetuaram os transportes escolares provenientes das zonas mais altas e mais afetadas pelo mau tempo, uma situação que afetou algumas dezenas de alunos que hoje ficaram em casa.

A principal via de acesso a Trás-os-Montes, o Itinerário Principal 4 (IP4), encontra-se com a circulação muito condicionada precisamente por causa da neve, na zona do Alto de Espinho, serra do Marão, ocorrendo ocasionalmente algumas paragens na circulação para a passagem dos limpa-neves.

Nas restantes vias principais, como as autoestradas 24 e 7, também se verifica a queda de neve.

Estradas cortadas em Viseu

As Estradas Nacionais (EN) 2 e 321 estavam cortadas ao trânsito no início da manhã de hoje norte do distrito de Viseu devido à queda de neve, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

Segundo a mesma fonte, cerca das 00:00, a EN2 ficou cortada entre Bigorne e Lamego e a EN321 entre Castro Daire e Cinfães.

Ao início da manhã continuava a nevar nestes locais, acrescentou, pelo que se mantinha o bloqueio daquelas vias.

A mesma fonte referiu que durante a noite se registaram muitas quedas de árvores no distrito, mas que não causaram danos.

Proteção civil aconselha cautela na Guarda

Também a proteção civil municipal da Guarda está a pedir aos automobilistas que circulem com «precaução» nas ruas da cidade da Guarda devido à queda de neve.

«Os condutores devem circular com alguma precaução e devem estar atentos ao estado da via», disse à Lusa o vereador Sérgio Costa, responsável pelo serviço municipal de proteção civil.

Segundo o responsável, a neve regressou na manhã de hoje à cidade mais alta do país e está a causar «algum condicionamento» em algumas artérias da cidade.

Pelas 09:10, as ruas da Guarda estavam todas transitáveis, mesmo as mais inclinadas, e as equipas do serviço de proteção civil municipal e os bombeiros procediam ao espalhamento de sal para derreter a neve e o gelo.

«Ora neva, ora para e surge o sol», referiu o autarca, indicando que os serviços estavam atentos ao evoluir da situação.