Dois aviões esperados no Aeroporto Internacional da Madeira provenientes de Lisboa regressaram esta sexta-feira à capital devido às más condições meteorológicas, indicou fonte da estrutura aeroportuária.

«O voo da Easyjet U2 7603 proveniente de Lisboa divergiu pouco depois das 13:00 devido à intensidade do vento», adiantou a mesma fonte.

Já pelas 16:00, «o voo da TAP TP1627, também ele proveniente de Lisboa, foi divergido pelas mesmas razões».

De acordo com os dados do Observatório Meteorológico do Funchal, a estação do Pico do Areeiro registou uma rajada de 117 quilómetros/hora, enquanto a estação fixada no Caniçal, zona mais próxima ao aeroporto, registou uma rajada de 116 quilómetros/hora.

A Madeira está sob um aviso vermelho devido à ondulação marítima que deve atingir os sete a oito metros, podendo atingir, pontualmente, 12 a 14 metros de altura, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

As condições meteorológicas deverão sofrer um agravamento a partir das 18:00, de acordo com o IPMA.

Por causa do mau tempo, o Serviço Regional de Proteção Civil (SRPC) da Madeira emitiu um aviso relativo a agitação marítima e ventos fortes no arquipélago entre as madrugadas de quinta-feira e de sábado devido à passagem de uma superfície frontal fria.

O SRPC aconselha as pessoas a evitarem circular nas zonas costeiras, estarem atentas às informações da Meteorologia, seguirem as indicações da Proteção Civil e das forças de segurança e tomarem atenção à eventual afetação de edifícios localizados junto à costa ou a praias.