A depressão “Irene” encontra-se centrada a norte do arquipélago dos Açores e provoca hoje um agravamento do estado do tempo em todas as ilhas dos Açores, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a meteorologista Vanda Costa, da delegação do IPMA nos Açores, a depressão vai afetar particularmente as ilhas do grupo ocidental (Flores e Corvo), com rajadas superiores a 100 quilómetros por hora e ondas de nove metros.

Citada num comunicado de imprensa, a meteorologista explica ainda que no grupo central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) as rajadas devem chegar aos 95 quilómetros por hora e as ondas aos oito metros.

Já as ilhas do grupo oriental (São Miguel e Santa Maria) serão as menos afetadas, prevendo-se rajadas até 80 quilómetros por hora, enquanto as ondas devem atingir os seis metros de altura significativa.

O IPMA colocou as Flores e Corvo sob aviso amarelo devido ao vento até às 21:00 de hoje.

Flores e Corvo vão estar ainda sob aviso laranja devido até às 00:00 de terça-feira, por causa das previsões de ondas de sete a nove metros.

No grupo central o aviso amarelo vai vigorar entre as 06:00 de segunda-feira e as 00:00 de terça-feira devido às previsões de vento, com rajadas que pode chegar aos 90 quilómetros por hora.

O IPMA emitiu também aviso amarelo devido a agitação marítima para estas cinco ilhas dos Açores, entre as 03:00 e as 12:00 de segunda-feira.

O grupo central vai estar ainda sob aviso laranja de agitação marítima entre as 12:00 de segunda-feira e as 00:00 de terça-feira.

Para o grupo oriental o aviso amarelo referente a agitação marítima vai vigorar entre as 15:00 de segunda-feira e as 00:00 de terça-feira por causa das previsões da ondulação.