A chuva intensa que se abateu sobre a cidade de Setúbal nas últimas horas já provocou inundações na Avenida Luísa Todi e noutras zonas mais baixas da cidade, disse à Lusa o comandante dos Bombeiros Sapadores, Paulo Lamego.

De acordo com o responsável dos bombeiros, a Rua Almeida Garret, a Avenida Alexandre Herculano, a Praça do Vitória Futebol Clube e Avenida Europa são outras zonas onde tem havido algumas dificuldades na circulação automóvel.
 

"Desde as 08:00 que não para de chover e isso tem provocado inundações momentâneas em diversas artérias da cidade, mas a situação é muito dinâmica e a água acaba por escoar ao fim de pouco tempo, porque a maré baixa também facilita o escoamento"


"Também estamos a responder a cerca de uma dezena de pedidos de ajuda devido a infiltrações de água em habitações", acrescentou o comandante dos Bombeiros Sapadores de Setúbal.

Moradores de um prédio na Praceta Jaime Horácio Pacheco Junqueiro disseram à Lusa que estiveram temporariamente impedidos de entrar ou sair de casa, dado que o imóvel esteve algum tempo totalmente rodeado de água, mas a situação já foi, entretanto, normalizada com a intervenção dos bombeiros.

Um vídeo amador, divulgado no domingo nas redes sociais, mostra a formação de uma tromba d’água na praia da Cova do Vapor, na Costa da Caparica, que terá ocorrido nesse mesmo dia. 

Dez distritos do continente estão hoje sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva. 

Já nos Açores, as ilhas de Santa Maria e São Miguel, no grupo oriental do Açores, estão sob aviso vermelho devido à previsão de vento forte e agitação marítima, tendo o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores já registado vários incidentes com danos materiais em três ilhas do arquipélago.