Notícia atualizada às 11:25 com alerta para os Açores

O norte do país estará especialmente em alerta por causa do mau tempo, esta quinta-feira. São três os distritos sob aviso laranja,  o segundo mais grave de uma escala de quatro. Tudo por causa da chuva forte e persistente.

Segundo a informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA),  Viana do Castelo, Braga e Porto estão desde a noite quarta-feira e até às 18:00 desta quinta-feira nesta situação. Passaram, depois a aviso amarelo, o terceiro mais grave, até à meia-noite de sexta-feira. 

Já por causa do vento forte e de rajadas que podem atingir os 90 quilómetros/hora estão, sob o mesmo aviso, os  distritos de Viana do Castelo, Porto, Braga, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Leiria e Castelo Branco.

Barras marítimas fechadas e Açores em alerta

O IPMA colocou sob aviso amarelo os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro na sequência da agitação marítima. Estes distritos estão sob aviso desde as 22:00 de quarta-feira e as 09:00 de sexta-feira, prevendo-se ondas de oeste-noroeste com 4 a 4,5 metros.

Também a Madeira e os grupos central (S. Jorge, Pico, Faial, Graciosa, Terceira) e ocidental (Flores e Corvo) estão sob aviso amarelo devido à agitação marítima, com ondas que podem atingir chegar aos 7 metros. Na Madeira o aviso vai estar em vigor até às 12:00 de sexta-feira e nos Açores até às 23:00 de hoje.

Já há sete barras marítimas encerradas à  navegação e outras duas estão condicionadas:  Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro e São Martinho do Porto. Há, ainda, condicionamentos na Figueira da Foz.

De acordo com a Marinha, as barras marítimas de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro e São Martinho do Porto estão hoje encerradas a toda a navegação devido à agitação marítima.    

A Proteção Civil dos Açores emitiu já esta quinta-feira um alerta para as previsões de agitação marítima forte nos grupos Ocidental e Central, com ondas que poderão chegar aos sete metros e um aumento da intensidade do vento nas próximas horas.  

Em sete ilhas -  Flores, Corvo, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faia -,  «a passagem de um sistema frontal provocará um aumento da intensidade do vento».

Temperaturas

O IPMA prevê para hoje nas regiões a norte do sistema Montejunto-Estrela céu muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte, sendo persistente no litoral centro a norte do Cabo Mondego e na região norte, vento moderado, temporariamente forte com rajadas da ordem de 90 quilómetros/hora nas terras altas, neblina ou nevoeiro e pequena subida da temperatura mínima.

Nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela prevê-se céu geralmente muito nublado, com abertas a partir da tarde, períodos de chuva, em geral fraca, até meio da tarde, sendo pouco frequentes na região sul, vento fraco a moderado o quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral a norte do Cabo Espichel e nas terras altas, neblina ou nevoeiro matinal e pequena subida da temperatura mínima.

Nos Açores prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros geralmente fracos, mais frequentes na tarde e vento do quadrante oeste muito fresco, tornando-se forte a muito forte com rajadas até 95 quilómetros/hora a partir da tarde.

Na Madeira, a previsão aponta para períodos de céu muito nublado, tornando-se em geral muito nublado a partir do final da tarde e com ocorrência de períodos de chuva, possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos até ao final da manhã e vento moderado a forte de sudoeste, sendo forte nas terras altas.

Quanto às temperaturas, em Lisboa e em Castelo Branco prevê-se uma máxima de 22 graus Celsius, no Porto, Viana do Castelo, Braga, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada 21, Bragança e Vila Real 19, Viseu 18, Guarda 15, Évora e Funchal 25, Beja 26, Faro e Leiria 24 e Santa Cruz das Flores 20.