A chuva forte que caiu no Grande Porto entre as 13:00 e as 14:00 de hoje condicionou a circulação automóvel na passagem inferior da rotunda AEP de acesso à autoestrada A28, disse à Lusa fonte da PSP.

De acordo com fonte da Divisão de Trânsito da PSP do Porto, a passagem inferior não foi cortada, mas a circulação ficou condicionada devido ao alagamento da via.

A mesma fonte referiu que também na avenida Gustavo Eiffel, na marginal do Porto, a circulação ficou condicionada devido a água acumulada.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto afirmou à Lusa que, pelas 14:00, havia registos de cerca de uma dezena de incidentes, como queda de árvores e infiltrações de água no distrito, em vários municípios, devido ao mau tempo.

Fonte dos Sapadores Bombeiros do Porto disse que a corporação também foi chamada para inúmeras situações, sem precisar quantas, devido à chuva intensa.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) informou que quatro distritos do continente estão hoje sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de vento forte.

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Aveiro estão sob aviso laranja entre as 06:00 e as 15:00 de hoje devido à previsão de vento forte com rajadas da ordem dos 90 a 100 quilómetros por hora, sendo de 110 a 120 quilómetros por hora nas terras altas.

Estes quatro distritos estão também sob aviso amarelo devido à chuva (entre as 01:00 e as 15:00 de hoje) e agitação marítima (entre as 03:00 e as 18:00 de hoje).

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão também sob aviso amarelo entre as 03:00 e as 18:00 de hoje devido à agitação marítima, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

Segundo o IPMA, o aviso amarelo, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu muito nublado, com abertas a partir da tarde nas regiões norte e centro, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros fracos e pouco frequentes durante a tarde e que poderão ser na forma de neve acima de 1400 metros de altitude e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

Está também previsto vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral, com rajadas até 80/100 quilómetros por hora, em especial a norte do Cabo Mondego, tornando-se fraco a moderado do quadrante oeste durante a tarde.