Atualizada às 9:11

As condições de instabilidade registadas na segunda-feira, com chuva e trovoadas, vão manter-se ao longo desta terça-feira, disse à agência Lusa o meteorologista Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

«Para hoje, vão manter-se as condições de instabilidade que ocorreram durante o dia de ontem [segunda-feira]. Estamos a prever para hoje aguaceiros por vezes fortes e acompanhados por trovoadas um pouco por todo o território», adiantou à Lusa Ricardo Tavares.

O meteorologista informou ainda que esta situação levou o IPMA a emitir um aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, para os distritos de Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Leiria e Santarém devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de trovoada. Às 9 horas, o aviso laranja foi elevado para treze distritos, com Lisboa, Portalegre, Setúbal, Évora, Beja e Faro a juntarem-se ao alerta.

Apenas Viana do Castelo, Porto, Braga, Bragança e Vila Real se mantêm sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, também devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

De acordo com o meteorologista Ricardo Tavares, esta é uma situação que vai ser acompanhada e atualizada ao longo dia.

«Esta situação de instabilidade não é anormal para o mês de setembro, mas a questão é que estamos sob o efeito de uma depressão que está centrada um pouco a oeste do território e agora mais sobre o continente. Há mais de duas semanas que estamos com esta precipitações um pouco fortes por todo o território», explicou.

No que diz respeito ao estado do tempo para quarta-feira, o meteorologista do IPMA adiantou que vai ser um pouco melhor.

«A situação de instabilidade vai diminuir um pouco. Vamos ter aguaceiros, mas não estamos a prever tão intensos e vamos ter ainda trovoadas nas regiões do interior durante a tarde», disse.