Apesar da situação estar mais calma na Costa da Caparica, as autoridades voltaram a encerrar o paredão. Volta a estar proibida a passagem de veículos e peões, apurou a TVI.

A situação na Costa da Caparica, Almada, está hoje «mais calma» e as praias não estiveram vedadas às pessoas, mas estiveram sob observação da Polícia Marítima, que admitiu interditar o acesso caso houvesse um agravamento do mar.

Recorde-se que os cafés e restaurantes foram inundados nas duas últimas madrugadas pelas águas do mar, que galgaram o paredão.

O posto da Costa da Caparica está a acompanhar a evolução das marés e a controlar as condições climatéricas e garante que o acesso será interditado «caso haja indicações de as condições do mar poderem trazer perigo às pessoas», afirmou o porta-voz da Polícia Marítima esta manhã.

A próxima preia-mar está prevista para meio da tarde (entre as 15:00 e as 16:00).

Na madrugada de sábado, as ondas galgaram o paredão inundando os estabelecimentos comercias da zona e arrastando areia e pedras para o paredão e parque de estacionamento.

A situação voltou a repetir-se, com menos intensidade, à hora do almoço de sábado e novamente esta madrugada (por volta das quatro da manhã de domingo).

Atualizado às 13:30