As duas salas do bloco operatório do hospital do Funchal que sofreram uma avaria no sistema de ventilação vão manter-se fechadas até segunda-feira, informou o adjunto da direção clínica para o bloco operatório.

Depois de uma nova avaliação técnica feita pelos serviços competentes do Serviço Regional de Saúde da Madeira (SESARAM), "a intervenção requer uma abordagem mais profunda do que aquela inicialmente prevista", explicou Miguel Reis.

Pelo que, nesse sentido, prevê o SESARAM que a reativação destas duas salas só decorra "na próxima semana, o que poderá ter, uma vez mais, algumas implicações na atividade do bloco operatório".

Esta sexta-feira foram canceladas mais cinco cirurgias previstas para estas salas, aumentando para 12 o total das adiadas desde quinta-feira, dia em que se registou a avaria quando o vento forte registado na Madeira causou "uma avaria parcial no sistema de ventilação do bloco operatório".

As cirurgias adiadas são aquelas em que "as patologias são mais simples, ou menos complexas, com um potencial de adiamento que não implique com a evolução clínica dos doentes".

O SESARAM garante que as cirurgias urgentes estão asseguradas com as cinco salas que estão a funcionar neste momento, pelo que não "há qualquer interrupção dessa atividade de urgência".