O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou para laranja o aviso para as nove ilhas do arquipélago dos Açores devido à previsão de chuva.

Segundo o IPMA, o aviso laranja vigora até às 08:00 de sexta-feira (mais uma hora em Lisboa) nas ilhas do Corvo e Flores (grupo ocidental), Faial, Pico, Terceira, São Jorge e Graciosa (grupo central) e São Miguel e Santa Maria (grupo oriental).

Para o arquipélago dos Açores mantém-se também um aviso amarelo para trovoada, igualmente até às 08:00 de sexta-feira.

A delegação regional dos Açores do IPMA justifica os avisos com “a aproximação de uma frente oclusa que deverá causar eventos de precipitação extrema e acompanhada de trovoada”.

O aviso laranja é o segundo de uma escala de quatro e indica situação meteorológica de risco moderado a elevado. O aviso amarelo, o terceiro da escala, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Entretanto, o Governo dos Açores informou que várias estradas na ilha de São Miguel têm circulação condicionada devido às condições climatéricas, medida preventiva que se mantém até às 12:00 de sexta-feira.

Segundo uma nota de imprensa do executivo, está condicionada uma “faixa no troço da estrada regional entre a entrada nascente das Feteiras e a entrada poente das Feteiras, no concelho de Ponta Delgada”.

No acesso à Lagoa do Fogo/Caldeiras, nos concelhos da Ribeira Grande e Lagoa, e no troço regional entre Feteira Grande e Algarvia, no Nordeste, o condicionamento é total, assim como no troço regional da Tronqueira, na Povoação e Nordeste.

Ainda com condicionamento total estão os dois sentidos no troço regional entre Achadinha e Achada (Caldeirões), concelho do Nordeste, sendo alternativa a SCUT.

“Aconselha-se, assim, os automobilistas a não circular nestes troços de estrada, que só deverão ser utilizados por moradores ou em caso de necessidade extrema”, recomenda o Governo Regional.

A Proteção Civil informou que registou algumas ocorrências na Terceira e São Miguel, mas sem danos materiais ou humanos.

A delegação regional dos Açores do IPMA justifica os avisos com “a aproximação de uma frente oclusa que deverá causar eventos de precipitação extrema e acompanhada de trovoada”.

O aviso laranja é o segundo de uma escala de quatro e indica situação meteorológica de risco moderado a elevado. O aviso amarelo, o terceiro da escala, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.