A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção da presumível autora de um crime de incêndio urbano ocorrido na sexta-feira numa moradia, em Matosinhos, onde a suspeita residia até ser desalojada pela proprietária em finais de 2013.

Em comunicado, a diretoria do Norte da PJ adianta que, «por vingança», a suspeita ter-se-à introduzido «de forma ilícita na moradia, arrombando uma janela, e ateou um foco de incêndio, com recurso a um isqueiro e gasolina, regando com este acelerante o seu interior e causando a destruição parcial do imóvel e do recheio».

«O restante local onde deflagrou o incêndio urbano correu perigo efetivo, mormente a residência contígua, a qual só não foi atingida porque foi imediatamente detetado e combatido pelos bombeiros», destaca.

De acordo com o comunicado, a detida tem 59 anos e encontra-se desempregada.