A Marinha e a Autoridade Marítima recomendam à população que se abstenha da prática de passeios e de desportos nas zonas expostas à agitação marítima, devido à previsão de ondulação forte entre hoje e quarta-feira.

Em comunicado, as duas autoridades salientam as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que dão como provável a ocorrência de forte agitação marítima que pode atingir mais de 4 metros de altura ao longo do dia de hoje e de quarta-feira.

Este alerta visa os Açores, a Madeira e a costa Oeste de Portugal continental e é dirigido a toda a comunidade marítima que se encontra no mar, bem como a toda a população em geral que frequente as zonas junto à faixa litoral.

“Aos pescadores lúdicos de pesca à cana aconselha-se cautela, evitando pescar junto a zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas”, refere a nota.

A comunidade marítima deve verificar o reforço da amarração das embarcações quando atracadas.

Aqueles que estiverem em atividade no mar, a marinha e a Autoridade marítima aconselha o “eventual regresso ao porto de abrigo mais próximo”.

É pedido que a comunidade piscatória “se mantenha em vigilância permanente e que acompanhe os avisos à navegação radiodifundidos pela Marinha relativos à previsão meteorológica do IPMA, bem como outras informações das capitanias dos portos sobre as condições de acesso aos portos, evitando sair para o mar até que as condições melhorem”.