O Ministério da Justiça considera que «o funcionamento do Citius está normalizado nas 23 comarcas», com 9.801.015 acessos à plataforma informática entre 30 de setembro e a passada sexta-feira.

 

«A normalização do funcionamento da plataforma Citius está bem expressa nos números dos indicadores da atividade processual nas comarcas verificados desde o momento da migração dos processos (a primeira foi a dos Açores, a 30 de setembro, e a última foi a de Faro a 15 de outubro) até ao final da semana passada: 9.801.015 acessos ao Citius, 1.397.980 atos processuais, 77.977 novos processos, 224.555 despachos proferidos», informou o Ministério da Justiça em resposta à agência Lusa.

 

Questionado sobre os níveis de operacionalidade do Citius e a estimativa para o levantamento da medida excecional de suspensão dos prazos processuais, decretada na sequência das anomalias do sistema, o MJ assegurou que o Citius está operacional nas 23 comarcas da nova organização judiciária, mas que, «mesmo assim, entende-se que deverão ser completadas ainda esta semana algumas operações preventivas e de robustecimento da plataforma informática, antes de ser declarado o levantamento da suspensão dos prazos».

 

Na passada sexta-feira, a Ordem dos Advogados e o Sindicato dos Funcionários Judiciais revelaram que o Citius continuava a registar deficiências, apesar das garantias de operacionalidade do Ministério da Justiça.