O secretário da Conferencia Episcopal Portuguesa (CEP) disse hoje que o povo português merece um «aplauso» na solidariedade «espontânea» que demonstra nas campanhas alimentares de ajuda aos mais necessitados.

«Há um aplauso para o povo português a propósito das necessidades por que passam tantas famílias, porque há também tantas outras que ajudam os que passam mal», disse hoje aos jornalistas Manuel Morujão, em Fátima, no final da reunião do conselho permanente da CEP.

Aludindo à recente campanha do Banco Alimentar Contra a Fome, Manuel Morujão inquiriu: «se não fosse a solidariedade espontânea dos portugueses, como é que hoje estariam famílias endividadas, famílias sem trabalho, a terem de sustentar os seus filhos e, às vezes, os seus pais ou avós?».

Frisou que no Banco Alimentar de Lisboa «todos os dias saem 40 toneladas de alimentos». «É algo de extraordinário», disse.

«Houve um hino à generosidade do povo português, apesar de tantas carências que há na sociedade portuguesa hoje», acrescentou.

Questionado, no dia em que a Cáritas Internacional lançou uma campanha alimentar contra a fome - que tem a adesão «explícita» da Conferencia Episcopal Portuguesa -, sobre se espera que a ajuda dos portugueses possa baixar, em tempo de crise, o secretário da CEP disse confiar na resposta generosa das pessoas ao «desafio» lançado pelas instituições da igreja católica.

«Naturalmente que se verifica que as famílias têm mais dificuldades em poder ser generosas. Mas o povo português mostra, que quando é desafiado para estes bons fins, de ajuda, sabe responder», afirmou Manuel Morujão.

A campanha da Cáritas, intitulada «Uma só família humana - Alimento para todos», foi um dos assuntos em debate no conselho permanente da CEP que hoje se realizou em Fátima.

Outro tema em destaque diz respeito à escolha do tema para as Jornadas Pastorais do Episcopado que se realizam em junho de 2014.

«Foi decidido que retomaremos a orientação apostólica "A Alegria do Evangelho", do Papa Francisco e a sua aplicação à igreja em Portugal», anunciou.