O INEM vai reforçar o seu número de ambulâncias, com dez novas viaturas socorro que vão entrar em funcionamento já na segunda-feira, em várias regiões do país. Uma medida no âmbito da parceria entre o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e as corporações de bombeiros locais..

A ideia é responder melhor, «de forma significativa», às situações de emergência médica pré-hospitalar nas regiões de Mogadouro, Mondim de Basto, Resende, Vila Nova de Foz Côa, Murtosa, Oliveira de Frades, Estarreja, Chamusca, Ferreira do Zêzere e Vila Viçosa, segundo o INEM.

Pretende-se, assim, aumentar a cobertura de meios de emergência pré-hospitalar, reforçando a resposta às situações de acidente ou doença súbita- A disponibilização destes meios vem «melhorar de forma importante a capacidade operacional das Corporações de Bombeiros que são parceiras do INEM no Sistema Integrado de Emergência Médica», diz o INEM, citado pela Lusa.

Estas ambulâncias vão funcionar nas corporações de bombeiros através da criação de Postos de Emergência Médica (PEM), aos quais foram disponibilizadas ambulâncias, equipamento e formação.

As ambulâncias que começam a operar na segunda-feira estão todas equipadas com Desfibrilhador Automático Externo (DAE), um «importante recurso para a assistência a vítimas de paragem cardiorrespiratória».

Para além de fornecer a ambulância de socorro e de garantir a manutenção da viatura, o INEM paga um quantitativo por cada serviço prestado pelas Corporações de Bombeiros que dispõem de um PEM, bem como um subsídio trimestral fixo, para comparticipar as despesas dos Bombeiros.

Atualmente, o INEM tem 265 Ambulâncias sediadas em Postos de Emergência Médica, 89 na zona norte, 71 no centro e 105 no sul do país.