A Procuradoria-Geral da República já recebeu a carta rogatória enviada pelas autoridades britânicas, sabe a TVI.

Entre as diligências pedidas estão inquirições a três homens, que os detetives consideram suspeitos por terem feito vários telefonemas junto ao aldeamento na mesma noite em que a criança desapareceu.

A carta rogatória vai ser agora remetida ao tribunal de Portimão.

As diligências deverão ser cumpridas, uma vez mais, pela Polícia Judiciária.

É o segundo pedido de auxílio das autoridades britânicas relacionado com o desaparecimento, em maio de 2007, na Praia da Luz, no Algarve.