Os sete homens detidos no domingo na Madeira por posse de droga, com idades entre os 27 e os 79 anos, ficaram em prisão preventiva, na sequência do interrogatório judicial, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ explicou ter apreendido nesta operação cerca de 1.400 quilos de cocaína escondidos no interior de um compartimento fechado de uma embarcação pesqueira.

Além do barco, os agentes apreenderam “material de comunicações, informático e dinheiro, que serviram os propósitos da ação ilícita”.

A cocaína terá sido transportada, por via marítima, entre a América do sul e uma zona localizada a cerca de 200 milhas náuticas da Madeira.

Esta é a segunda grande apreensão de droga feita pela PJ nas ilhas portuguesas esta semana, depois de uma operação na segunda-feira em que foram encontrados 327 quilogramas de cocaína a bordo de um veleiro intercetado perto dos Açores.

Este caso levou à detenção de cinco pessoas na sequência de "várias buscas domiciliárias nas zonas de Aveiro e Nazaré".

Os Açores foram também palco de uma outra operação de droga, mas coordenada pela polícia espanhola, que anunciou na terça-feira ter apreendido 600 quilos de cocaína num veleiro abordado em alto mar a nordeste daquele arquipélago.