O Tribunal de Instância Central da Comarca do Funchal condenou o deputado José Manuel Coelho e o diretor do extinto quinzenário «O Garajau» ao pagamento de uma indemnização de 2.500 euros à presidente da Associação Comercial e Industrial do Funchal.

Esta foi a decisão judicial proferida num processo movido pela responsável da Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF), Cristina Pedra, contra Eduardo Welsh (ex-deputado do PND) e Gil Canha (ex-vereador da Câmara do Funchal), na sua qualidade, respetivamente, de diretor e diretor-ajunto daquela publicação satírica madeirense, por notícias publicadas em 2006 e 2007 relacionados com a sua atuação na Empresa de Trabalho Portuário (ETP).

O julgamento começou em abril de 2014 e a sentença foi produzida a 19 de janeiro deste ano, sendo que Cristina Pedra exigia aos réus uma indemnização cível de 150 mil euros.

José Manuel Coelho foi o autor de uma das notícias em causa, escrita sob o pseudónimo de Jorge Cascalho.

O tribunal considerou que, apesar destas notícias relativas à atividade portuária na Madeira suscitarem o interesse, os réus «violaram o bom-nome e reputação da autora (…) e que tal ofensa deve ser ressarcida pelos réus», cita a Lusa.