logotipo tvi24

MAC só deve fechar depois de novo hospital construído

Posição é defendida pelo Bloco de Esquerda

Por: tvi24 / MM    |   2012-04-25 11:27

O BE defendeu, esta quarta-feira, que a Maternidade Alfredo da Costa (MAC) só deve ser encerrada quando estiver construído o novo Hospital de Todos-os-Santos e puder ser transferida em conjunto com «todos os velhos hospitais».

«É um erro tremendo se o Governo insistir no encerramento da maternidade e no desmantelamento das suas equipas, porque isso é perder a excelência e a qualidade da atividade lá desenvolvida», afirmou à agência Lusa o deputado bloquista João Semedo, que na terça-feira visitou e reuniu com a direção da MAC, juntamente com o líder parlamentar, Luís Fazenda, e a deputada Ana Drago.

Segundo João Semedo, «o que é necessário é construir o Hospital de Todos-os-Santos, em Lisboa, que reúna todos os velhos hospitais e que, quando isso acontecer, então transferir toda a MAC para esse novo hospital».

«Até lá deve-se insistir, preservar e melhorar as condições dentro do que for necessário na MAC, para que ela continue a satisfazer as necessidades das sucessivas gerações que lá têm os seus filhos», defendeu.

O vice-presidente da bancada bloquista referiu ainda que a visita à MAC permitiu «ver a qualidade das instalações, a riqueza das tecnologias, os muitos investimentos que têm sido feitos pelo Estado ao longo dos anos». «Pudemos confirmar que a MAC tem cada vez mais partos, mais consultas, mais urgências e tem uma diferenciação que não existe em mais nenhuma outra maternidade do país», acrescentou.

Partilhar
EM BAIXO: Maternidade Alfredo da Costa [LUSA]
Maternidade Alfredo da Costa [LUSA]

Veja as capas dos jornais de hoje
Revista de imprensa desta quarta-feira
Médicos acusam Governo de querer fechar serviços e despedir profissionais
FNAM acusa o Governo e «o seu ministro da Saúde» de desencadearem «o mais violento ataque para destruir o Serviço Nacional de Saúde»
Euromilhões com jackpot de 68 milhões de euros na sexta-feira
Nenhum apostador acertou na combinação vencedora
EM MANCHETE
Protestos violentos no Rio de Janeiro
Há registo de pelo menos um morto numa favela de Copacabana em tumulto. Imagens mostram caos a menos de mês e meio do Mundial de Futebol
«Opção do Governo é tornar definitivos os cortes temporários»
«Há limites para o que um Presidente pode dizer»