O deputado do PTP-Madeira Luis Rocha, que está internado no hospital do Funchal, depois de ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC), já não corre perigo de vida, mas a recuperação será demorada, disse fonte partidária.

Segundo o assessor do PTP, Quintino Costa, o AVC «afetou parte do corpo e a fala» do deputado, mas este «não corre já perigo de vida».

O mesmo elemento do Partido Trabalhista adiantou que o deputado «abriu os olhos, reage a algumas perguntas, mas existem lesões graves que serão de recuperação demorada».

Luis Rocha, de 69 anos, juntamente com José Manuel Coelho e Raquel Coelho, formam o grupo parlamentar do PTP na Assembleia Legislativa da Madeira, eleitos nas últimas legislativas regionais.

Quintino Costa referiu que, no passado domingo, à hora do almoço, o deputado sofreu um AVC, e o seu «estado de saúde inspira cuidados», visto que já teve «dois ou três acidentes vasculares antes, dos quais recuperou».

Contactada pela agência Lusa, a direcção clínica do hospital dr.Nélio Mendonça, no Funchal, declarou que a unidade adotou a política de recusar prestar informações sobre a situação de qualquer dos doentes internados nesta unidade, como forma de «proteger a sua privacidade».