O centro de saúde dos Lóios, na freguesia de Marvila, em Lisboa, encerrou temporariamente «por não reunir as condições necessárias», devido a infiltrações na cobertura do edifício, informou a Administração Regional de Saúde.

De acordo com um comunicado da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), citado pela Lusa, «após intervenção dos serviços da Proteção Civil do município de Lisboa, [o centro de saúde] foi encerrado temporariamente, por não reunir as condições necessárias para a prestação dos serviços de saúde».

Em causa estão «problemas de infiltração detetados na cobertura do edifício, onde será colocada uma cobertura temporária» por parte da Câmara de Lisboa. Os trabalhos de montagem deverão demorar cerca de três semanas.

A autarquia divulgou entretanto que «o Serviço Municipal de Proteção Civil detetou risco de curto-circuito no quadro elétrico, tendo-se decidido encerrar o edifício ao público».

A ARSLVT estima que as instalações «possam reabrir dentro de cinco semanas, continuando a decorrer as obras de reparação total do edifício que incidirão essencialmente sobre a cobertura». Durante este período, os utentes com consultas marcadas serão atendidos no centro de saúde da Alameda.

Já os serviços «de doença aguda (médica e enfermagem) serão assegurados» pelo centro de saúde de Marvila, até segunda-feira. A partir de terça-feira, estes utentes serão atendidos no centro de saúde da Alameda, à semelhança dos anteriores.

De acordo com o comunicado, «a ARSLVT está ainda a encetar todas as diligências, em articulação com a Junta de Freguesia de Marvila, de forma agilizar a mobilidade dos utentes do centro de saúde de Lóios para o centro de saúde da Alameda».