A viagem do navio Lobo Marinho, a embarcação que efetua as ligações marítimas entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, foi cancelada devido às más condições atmosféricas no arquipélago, informou o comandante.

O IPMA já tinha colocado as ilhas açorianas dos grupos oriental e central e a região montanhosa da ilha da Madeira sob aviso laranja, com previsão de chuva forte, trovoada e vento. 

Segundo o comandante da embarcação da empresa Porto Santo Line, o adiamento da viagem, cuja partida do porto do Funchal estava programada para as 08:00, deve-se à situação do “agravamento das condições meteorológicas” e ao facto de ter sido informado que “as condições à entrada do porto do Porto Santo não estariam as melhores, pois o vento sopraria a mais de 30 nós”.

João Bela adiantou que com estas condições “não estão garantidas as condições de segurança” para realizar a viagem, o que afetou 157 passageiros.

No aeroporto da Madeira, que esteve condicionado no domingo devido ao mau tempo, o movimento programado já está a ser cumprido, tendo descolado os primeiros quatro aviões, com destino a Lisboa e Porto.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no arquipélago da Madeira períodos de céu muito nublado, com períodos de chuva por vezes forte e persistente, passando a regime de aguaceiros, com possibilidade de ocorrência de trovoada.

Quanto ao vento, também será forte do quadrante oeste com rajadas que podem atingir os 70 quilómetros/hora que poderão chegar os 90 quilómetros nas terras altas da ilha.

No mar, as ondas serão de noroeste até 2,5 metros na costa Norte e de sudoeste na ordem dos dois metros na zona sul, estando igualmente prevista uma pequena descida da temperatura máxima, segundo a Lusa.