A Linha Nacional de Emergência Social (LNES) atendeu 2038 chamadas, entre 18 e 22 de junho, disse hoje a Segurança Social. Contudo, não é possível saber quantas estão relacionadas com incêndios, devido à abrangência das chamadas recebidas nesta linha.

Pela abrangência nacional da linha, não tendo a mesma sido criada para esta situação específica (incêndios), não é possível determinar, das chamadas recebidas, quantas se destinavam a informações sobre os incêndios”, explicou hoje, por escrito, o Instituto da Segurança Nacional.

Foi explicado ainda que, durante os dias 18 e 22 de junho, foi reforçada a LNES, através do número gratuito 144.

A linha está em funcionamento, para todo o território nacional, 24 horas por dia, durante todo o ano, para sinalização de situações de emergência social.