As zonas da Baixa e do Chiado, em Lisboa, vão ter, durante o fim de semana, alguns condicionamentos de trânsito, no âmbito da evocação dos 25 anos do incêndio que, em 1988, destruiu aquela zona da cidade.

Em comunicado, a Câmara de Lisboa faz saber que no sábado, entre as 15:00 e as 24:00, a rua Garrett será interdita ao trânsito a partir do cruzamento com a rua Ivens, e sugere que os veículos sigam pela Calçada do Sacramento para o Carmo e para o Príncipe Real.

Também a rua Serpa Pinto estará fechada à circulação viária, a partir do cruzamento com a rua Capelo. A autarquia sugere que os veículos sigam no sentido da rua Vitor Cordon.

Na manhã de domingo haverá ainda outros condicionamentos pontuais. Entre as 08:30 e as 10:45 haverá restrições à circulação automóvel nas seguintes áreas: Rossio/rua do Carmo/rua Garrett/calçada do Sacramento/rua Nova do Almada/rua do Crucifixo/rua Ivens/largo do Carmo/praça do Município.

As alterações à circulação e os respetivos desvios de trânsito serão devidamente coordenadas no local pela Polícia Municipal ou pela PSP e será sempre permitida a circulação de veículos de emergência.

A Câmara de Lisboa vai assinalar os 25 anos passados sobre o incêndio que devastou o Chiado com exposições, um simulacro, o descerramento de uma placa evocativa e o lançamento de livros.

A 25 de agosto de 1988, um incêndio deflagrou nos extintos Armazéns Grandella, no Chiado, destruiu vários edifícios históricos, provocou mais de meia centena de feridos e duas vítimas mortais, ganhando lugar na memória coletiva como uma das piores catástrofes que assolaram a capital portuguesa.