A PSP deteve hoje de madrugada, em Lisboa, um taxista que tentava aplicar, a um grupo de turistas, uma tarifa cujo valor final da viagem ficaria cerca de o dobro do legalmente previsto.

Um homem de 34 anos que conduzia um táxi foi mandado parar na zona da freguesia da Estrela “com o taxímetro ligado em tarifa 3, no transporte de quatro cidadãos estrangeiros que, ao chegarem ao destino, pagariam pelo serviço sensivelmente o dobro do valor legalmente estabelecido na tabela em vigor, tentando desta forma cobrar valor superior ao permitido, incorrendo assim na prática do crime de especulação”, divulgou hoje o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

Quando o taxista “se apercebeu da viatura policial e da aproximação dos polícias, ignorando as ordens que lhe foram dadas para não tocar no taxímetro, numa tentativa de se subtrair à ação policial, parou o taxímetro colocando-o a pagamento”, conta a polícia.

O taxista foi notificado para comparecer em Tribunal para primeiro interrogatório judicial e o táxi foi apreendido, até nova decisão judicial.