Sete detidos por “fortes indícios” de tráfico de droga na região da Grande Lisboa e Algarve ficaram hoje em prisão preventiva, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a PGDL, os arguidos ficaram em prisão preventiva por se verificarem “perigos de fuga e de continuação da atividade criminosa”.

A PGDL avança que os sete detidos se dedicavam desde novembro de 2015 à aquisição de droga para ser vendida a terceiros mediante contrapartidas económicas na zona da Grande Lisboa e Algarve.

Os sete arguidos foram detidos pela PSP na sequência de mandados de busca e, na ocasião, foram apreendidos 5,774 quilogramas de heroína, 13,751 quilogramas de cocaína e 624,13 gramas de MDMA, bem como instrumentos e objetos utilizados na preparação, divisão e acondicionamento destes produtos, dezenas de telemóveis e dinheiro.