Um incêndio lavrou durante duas horas, este sábado à noite, num prédio de Campo de Ourique, em Lisboa. O alerta foi dado pelas 20:42 e o incêndio considerado extinto já depois das 22:00, mas os moradores não vão poder regressar às suas casas por enquanto.

“Não acredito que isso seja possível pela quantidade de água que foi projetada para o prédio e que escorreu pelos andares de baixo. Naturalmente que não vão ter condições de habitabilidade hoje”, disse aos órgãos de Comunicação Social o responsável pela operação de combate ao incêndio, Pedro Patrício, comandante do Regimento de Sapadores Bombeiros (RSB). 

Durante o combate às chamas, um elemento do RSB sofreu ferimentos ligeiros numa mão, mas foi assistido no local e regressou ao trabalho.

O fogo, segundo fonte dos Bombeiros Sapadores de Lisboa à tvi24, esteve circunscrito à cobertura do edifício da Rua Saraiva de Carvalho. O vento forte que se fazia sentir ainda colocou em perigo outros prédios, mas os bombeiros conseguiram evitar novos fogos. 

No local estiveram  cerca de 50 elementos dos bombeiros, e mais de uma dezena de viaturas, assim como PSP e INEM.

Os bombeiros vão demorar mais algumas horas no local, efetuando operações de rescaldo. 

Desconhecem-se as causas que deram origem ao incêndio.