A PJ apreendeu, no aeroporto de Lisboa, duas malas contendo cerca de um milhão de euros e 3,5 milhões de yuans (moeda chinesa) em maços de notas envolvidas em celofane, informou esta segunda-feira esta polícia.

O dinheiro encontrava-se na posse de uma mulher e de um homem, com 22 e 47 anos, que se preparavam para embarcar com destino a Xangai.

Os suspeitos da prática do crime de branqueamento de capitais, que possuem vistos de permanência em Portugal, foram constituídos arguidos, prosseguindo a investigação para completo apuramento dos factos.

A investigação é dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIUAP) de Lisboa em articulação com a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária.