Três dos cinco feridos quarta-feira num tiroteio no bairro da Ameixoeira, na Alta de Lisboa, permanecem internados em situação estável, tendo dois agentes da PSP tido alta ainda durante a madrugada, disse à Lusa fonte policial.

De acordo com o porta-voz da Direção Nacional da PSP, Hugo Palma, dois dos agentes que ficaram feridos tiveram alta ainda durante a madrugada de hoje, enquanto o terceiro realizou uma cirurgia, mas encontra-se "livre de perigo" e "em situação estável".

Hugo Palma precisou que dois dos agentes foram atingidos na zona da cabeça, embora sem gravidade, e o terceiro num braço, tendo de ser operado.

Em relação às duas civis que foram também atingidas, uma no abdómen e outra na zona da cabeça/pescoço, o responsável policial adiantou que foram igualmente alvo de intervenções cirúrgicas, encontrando-se ambas estáveis.

Os três agentes da PSP foram feridos quando tentavam pôr cobro a confrontos entre famílias no bairro da Ameixoeira, Alta de Lisboa, nos quais foram ainda feridas duas mulheres.

“Os três agentes faziam parte da equipa que estava mais perto do local, tendo sido os primeiros a chegar ao bairro, deparando-se com a situação de confronto entre dois grupos com armas de fogo”, explicou Hugo Palma.

O responsável da PSP acrescentou que, até ao momento, não existem detidos, nem identificados, tendo a Polícia Judiciária recolhido vestígios no local onde decorreu a troca de tiros, Rua António Villar.

Foi recolhida uma caçadeira, embora não tenham informação de que seja uma arma envolvida nos confrontos.

A investigação está a cargo da Polícia Judiciária.