Um homem de 30 anos e uma mulher de 22 foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de maus tratos à filha de três anos.

De acordo com um comunicado da PJ divulgado nesta segunda-feira, a criança tinha vários sinais de agressão física e teve de ser assistida na urgência do hospital, onde ainda se encontra. Algumas das agressões são consideradas graves.

Ao que a TVI apurou junto da Polícia Judiciária, a menor foi transportada para o hospital de urgência para tratar uma infeção generaliza muito grave. Segundo a mesma fonte, a criança estaria doente e o estado de saúde agravou-se, dada a negligência no tratamento.

Ao que a TVI apurou, a criança apresenta ainda vários sinais de agressões no corpo, como hematomas, golpes e queimaduras nos pés.

«Os elementos apurados levam a crer que os maus tratos viessem a ser infligidos de forma reiteradas há vários meses», observou ainda a Polícia Judiciária.

A PJ especificou ainda que o casal atribuía as lesões da criança a acidentes domésticos, o que levantou suspeitas.

O jovem casal, residente na Grande Lisboa, foi detido para interrogatório e presente ao juiz de Instrução Criminal que libertou o casal, determinando como medida de coação a proibição total de contacto e acesso à vítima.

Notícia atualizada