Os linces soltos no Vale do Guadiana já se reproduziram, a primeira vez que acontece em ambiente natural desde há décadas, anunciou esta quinta-feira o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Em comunicado o ICNF revela imagens de uma cria que confirmam “a existência da primeira ninhada de lince-ibérico no Parque Natural do Vale do Guadiana”.

A cria, diz o Instituto, tem cerca de 45 dias e estava acompanhada da mãe, Jacarandá, a primeira fémea a ser solta em Portugal, no dia 16 de dezembro de 2014.

Cria e mãe foram identificadas através dos procedimentos de monitorização instalados na Herdade das Romeiras pela equipa de seguimento”, explica o ICNF.

A fémea tinha sido solta no âmbito do programa LIFE+Iberlince, em conjunto com Katmandú, e tinha nascido em 2012 no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico, em Silves.

Para o ICNF o nascimento constitui “um marco na conservação do lince-ibérico, uma vez que é a primeira reprodução em ambiente natural com êxito comprovado em território nacional desde há décadas”.

Em Espanha também já nasceram linces ibéricos em ambiente natural, nomeadamente na região de Montes de Toledo, Castela-La-Mancha.

O lince tem sido introduzido em Portugal com sucesso, ainda que seja uma experiência recente, através do projeto LIFE+Iberlince, que prevê libertar este ano algumas dezenas de linces ibéricos em várias zonas da Península Ibérica, alguns em Portugal, para incrementar e consolidar as populações existentes.