Um grupo de 25 bombeiros reuniu-se esta noite em Setúbal para defender "mais empenho e energia" da direção da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP), considerando que estão a ser "postos cada vez mais postos de parte".

A LBP devia pressionar mais o Governo, não o faz de forma energética nem empenhada, não vemos uma resposta firme nem enérgica de quem nos representa", disse à Lusa Pedro Ferreira, o organizador da iniciativa 'Comissão Respeito e Dignidade', que hoje decorreu em Setúbal e que tem nova reunião marcada para dia 31 de agosto.

"Estiveram 25 pessoas na reunião, mas há muita gente de serviço e são apenas representantes, porque há uma indignação muito grande a nível nacional" sobre a falta de condições dos bombeiros.

Entre os temas debatidos esta noite, Pedro Ferreira elencou a necessidade um sistema de saúde mais alargado, melhores equipamentos de proteção, investimento nos quadros, pagamentos nesta época de incêndios e o papel da Escola Nacional de Bombeiros.

"Esta foi uma primeira reunião de um grupo que começou por ser de duas pessoas, passou a cinco e já tivemos 25 na reunião, mas contamos com representantes de mais distritos na próxima reunião", concluiu à Lusa Pedro Ferreira no final do encontro desta noite, em Setúbal.