Um agente da Polícia Marítima está, desde 1 de fevereiro, na ilha grega de Leros, integrado numa equipa de registo de refugiados, no âmbito de uma operação da agência europeia Frontex, anunciou a Autoridade Marítima Nacional (AMN) esta sexta-feira.

Segundo a AMN, o agente da Polícia Marítima (PM) está a prestar serviço próximo do campo do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), onde se encontram vários refugiados e migrantes.

Além deste campo do ACNUR, existem ainda outras instalações da Agência Europeia da Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia (Frontex), onde equipas multidisciplinares realizam “o processo completo de registo", adianta a AMN, sublinhando que o agente da PM está a fazer a recolha dactiloscópica e quiroscópica dos refugiados.

De acordo com a AMN, a ilha de Leros encontra-se sensivelmente a 15 milhas náuticas da costa da Turquia, uma distância “bastante longa face às condições em que os botes utilizados navegam”.

Assim, a maioria dos migrantes opta por iniciar a travessia da costa Turca para as ilhas gregas que ficam a cerca de cinco milhas náuticas e onde sabem que vão ser resgatados, como a ilha de Lesbos.

A AMN explica que os refugiados e os migrantes irregulares que chegam às ilhas gregas “são previamente identificados pelas autoridades locais e posteriormente transportados a bordo de uma embarcação fretada para o efeito com destino à ilha de Leros, para se proceder ao seu completo registo”.

A grande maioria dos refugiados tem a nacionalidade síria e iraquiana e inclui muitas mulheres e crianças.

Na primeira semana de fevereiro, foram registados 480 refugiados e migrantes na ilha de Leros.

No âmbito da Frontex, a Polícia Marítima tem também, desde 01 de outubro de 2015, uma equipa no Mar Egeu, na Grécia, com “o objetivo de cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço".

Esta missão da Polícia Marítima no mar Egeu, de apoio à guarda-costeira grega, termina a 30 de setembro deste ano.