O Tribunal de Leiria condenou hoje um homem a cinco anos de prisão, pena suspensa por igual período, pelos crimes de roubo e sequestro.

Uma criança foi amarrada na sua própria casa, durante um assalto, em junho de 2012, na Boa Vista, no concelho de Leiria.

O coletivo de juízes deu como provado o crime de roubo, tendo o suspeito sido condenado a quatro anos de prisão.

Os magistrados consideraram ainda que os factos provam que também houve a prática de um crime de sequestro, aplicando uma pena de dois anos e nove meses de prisão.

Em cúmulo jurídico, o arguido foi condenado a cinco anos de prisão, pena suspensa por igual período.

Durante o período que vigorar a condenação, o arguido terá de pagar mil euros por ano à criança. No último ano, acresce ainda uma indemnização de 580 euros à mãe da vítima.

Segundo o relato da vítima, uma criança de nove anos, um homem entrou em sua casa, quando se encontrava sozinho. Ao ouvir barulho, dirigiu-se à cozinha, onde encontrou "uma pessoa com uma máscara e luvas".

Segundo a mãe da criança, terão sido furtadas várias peças em ouro e uma máquina fotográfica.