Cerca de 120 pessoas estão infetadas com a bactéria legionella, segundo avançou fonte da DGS à TVI24. Os pacientes estão internados no hospital de Vila Franca de Xira e em vários hospitais de Lisboa.

O que é e como se apanha legionella?

No sábado, foi confirmada uma vítima mortal do surto, cuja origem ainda é desconhecida.

Este domingo, várias empresas do concelho de Vila Franca de Xira serão inspecionadas por técnicos da Direção-Geral de Saúde. Os reservatórios de água já foram desinfetados e a água recebeu mais cloro.

A Colheita de Sangue, que estava a decorrer esta manhã na Sede da Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Póvoa de Santa Iria, foi suspensa como medida de precaução.

Segundo o presidente da Associação, Nuno Caroça, esta medida pretende sobretudo proteger os dadores, que para dar sangue devem estar em perfeito estado de saúde. A bactéria não se transmite por via sanguínea.

A quase totalidade dos casos detetados está concentrada na área de Vila Franca de Xira, nomeadamente nas localidades de Vialonga, Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa.

Conselhos para evitar a legionella

O presidente da União de freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa apelou à calma. « Não vale a pena entrar em pânico. Temos acompanhado a situação com preocupação e expetativa, mas tomamos todas as diligências que nos competia para averiguar a origem desta bactéria», afirmou à agência Lusa Jorge Ribeiro ( PS).

O autarca referiu que, desde que começou o surto, tem sido «muito contactado» pela população. «O telefone não para de tocar. Temos também utilizado a nossa página do facebook para colocar todos os comunicados que nos chegam e para que a população seja o mais informada possível», apontou.