A Polícia Judiciária deteve um homem que esfaqueou e quase matou o padrasto da namorada, em Lagos, anunciou esta segunda-feira aquela força policial.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ de Portimão informa, em comunicado, que o indivíduo, que foi detido com a colaboração da PSP de Lagos e da GNR de Alvalade do Sado, é suspeito prática de crime de homicídio na forma tentada.

De acordo com a PJ, o homem, de 45 anos, por não aceitar a separação da companheira, de 23 anos, deslocou-se na sexta-feira de Alvalade do Sado, no concelho de Santiago do Cacém, até Lagos, no Algarve, à procura da jovem, que procurara abrigo em casa de familiares. Quando lá chegou, rebentou com a porta principal da residência, onde entrou, com o objetivo de coagir a ex-companheira a regressar com ele.

Face à violência do arguido para com a mulher, o padrasto da jovem, um homem de 46 anos, interveio em sua defesa. O suspeito, munido com uma faca golpeou-o e provocou-lhe lesões graves ao nível da coluna vertebral, as quais só não lhe causaram a morte pela rápida assistência médica.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes tendo-lhe sido aplicado como medida de coação de prisão preventiva.