O processo dos submarinos vai ser arquivado, confirmou a TVI. O Ministério Público decidiu não levar a julgamento, nem deduzir acusações no caso.
 
O negócio dos submarinos comprados na Alemanha foi investigado durante oito anos. O caso envolvia o nome do atual ministro Paulo Portas, que, na altura dos factos, era ministro da Defesa e foi ouvido como testemunha no processo.