Os quatro argelinos detidos no sábado no aeroporto de Lisboa começaram esta tarde a ser julgados em processo sumário no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, disse à Lusa fonte ligada ao processo.

Um dos crimes pelos quais os quatro homens estarão a ser julgados é o de "atentado à segurança de transporte por ar, água ou caminho-de-ferro", previsto e punido pelo artigo 288 do Código Penal.

Os quatro homens foram detidos, por violação das regras de segurança, quando tentaram fugir ao controlo de passageiros, passaram por uma saída de emergência e entraram numa zona restrita da pista do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Na terça-feira, uma das advogadas dos quatro argelinos anunciou que ia fazer um pedido de asilo por razões humanitárias, enquanto decorre o processo de expulsão pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

De acordo com a PSP, o aeroporto de Lisboa esteve encerrado no sábado durante 34 minutos depois de os quatro homens terem fugido ao controlo de passaportes e entrado "numa zona restrita", mais concretamente na pista de aterragem.