O Tribunal do Seixal condenou 12 arguidos, nove a penas de prisão e três ao pagamento de multas, no caso da «Quinta da Princesa», relacionado com crimes praticados pelo grupo neste bairro, informa a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Dos 16 acusados, quatro foram absolvidos e os restantes condenados com penas de prisão que vão desde os nove anos e nove meses até à condenação ao pagamento de multas, informa a PGDL na sua página da Internet.

Assim, um dos detidos foi condenado a nove anos e nove meses de prisão, um outro a nove anos e três meses, dois a sete anos e 10 meses, um outro detido a seis anos e três meses e um a quatro anos e 10 meses de prisão.

Foram ainda condenados três indivíduos a penas de cinco anos de prisão, um ano e 2 meses e 18 meses, respetivamente, mas todas suspensas na sua execução.

Outros três detidos foram condenados a multas, num caso de 550 dias e dois casos de 200 dias.

O julgamento dos detidos decorreu em várias sessões ao longo de meses, sempre com dispositivo policial de segurança.