Um homem de 40 anos foi esta quarta-feira condenado pelo tribunal de Viana do Castelo, em processo sumário, à pena de seis meses de prisão, suspensa, por ter sido apanhado, em flagrante, a furtar no interior de um veículo.

Segundo fonte da GNR, o homem foi detido por militares daquela força na noite de terça-feira, "em flagrante delito", no momento em que furtava no interior de um veículo que se encontrava estacionado junto ao rio Lima, na freguesia de Mazarefes, em Viana do Castelo.

Estes elementos da GNR, precisou a mesma fonte, encontravam-se nas imediações da ocorrência numa ação de «vigilância» que visava precisamente «identificar e/ou deter delinquentes que se dedicam a este tipo de crime».

Foram recuperados integralmente pelos militares todos os objetos provenientes do furto, como dinheiro e diversos documentos, os quais «foram posteriormente entregues ao legítimo proprietário», indicou ainda a GNR.

Já hoje de manhã, o homem foi presente ao Tribunal Judicial de Viana do Castelo onde, segundo a mesma fonte, foi julgado em processo sumário e condenado a seis meses de prisão, mas com pena suspensa na sua execução, noticia a Lusa.